Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Docemente
me eleve
acima de toda a pena
na sua diáfana
asa
proteja
da dor salgada
entranhe
no azul profundo
leve
as cinzas magoadas
na busca
de nuvens brancas
aonde
repouse a fronte
a alma repare
adormeça e acorde
sossegue
de onde volte
renascida
para cantar a ternura
e
saudar a primavera


luz que a todos afaga
espargindo
o amor na terra

Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 13/02/2005
Reeditado em 15/12/2006
Código do texto: T4304
Classificação de conteúdo: seguro


Áudio
Que o vento me levante - Maria Petronilho

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 67 anos
1265 textos (136749 leituras)
60 áudios (14441 audições)
9 e-livros (6345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/06/20 21:51)
Maria Petronilho

Site do Escritor