Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eco dos Anjos

Não sonhes se o outro não sabe que sonhas,
Enterra sozinho a primeira quimera,
Que o beijo de hoje, amanhã é o escarro,
E é visto que a dor ao amor já supera.

Nascemos sozinhos, sozinhos morremos,
Por quê procurar ser feliz com alguém?
A vida será uma eterna procura,
Que acaba na morte encontrando ninguém?

Retira o afeto do seu coração
E mata o amor de maneira brutal,
Usando uma arma chamada razão,
Veloz e certeira, cruel e letal.

                                 16/06/05
 
Bruno Philippsen
Enviado por Bruno Philippsen em 17/08/2005
Código do texto: T43280


Comentários

Sobre o autor
Bruno Philippsen
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 35 anos
82 textos (5789 leituras)
2 áudios (68 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 18:05)
Bruno Philippsen