Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCONDERIJO



Esta árvore era a minha última esperança

Suas folhas eram uma mata fechada

onde escondia o sonho de todas as frutas

onde escondia o sonho de todas as doçuras

Árvore tão verde, vivente no pomar sem solo

sem água e sem terra

sendo minhas lágrimas o seu sugar.



Minha pequena árvore...

Esconderijo de vida

nos desenhos das nuvens

Esconderijo de morte!

Machado infeliz

Foi romper este amor pelo meio

e agora, agora

resta-me um tronco desfigurado

uns pedaços de palha

E uma flor machucada que ficou de lembrança.






Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 05/07/2013
Código do texto: T4372783
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7855 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 03:53)
Verônica Aroucha