Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE

Elane Tomich

A dádiva da tempestade
incita-me ao mar remoto
onde o azul se transforma
em porquês de maremoto.
Lá  minhas poucas verdades
agitam a questão que se forma.

Onde o mar vira espelho,
miro-me no verso do verde
ponto de inversa beleza
e vejo quanto está velho
o que em se esquecer se perde,
no proceder da certeza.

Lá onde o mar se contorce
dança de naja encantada
sobre dunas de segredos,
calando o espanto no aporte
às águas dos afogados
e aos matizes do medo.

Entre o verde e o azul,
prefiro a escolha do vento
Sem norte vadia o destino.
gela um desejo ao sul
na vírgula do advento,
do não sei, mero inquilino

pasmo da exclamação
entrando dentro da gente.
Imenso, o dizer do mar,
em ondas de interrogação,
da dúvida, meio -ambiente
em verde de azul buscar...

***

 ...Marulhas de matutar...

 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 23/08/2005
Código do texto: T44464
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (13051 leituras)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/20 20:41)
Elane Tomich