Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escrevendo em teu corpo


Às vezes, me assalta contida vontade imensa
De, bem mais que descrever, escrever por todo
teu corpo, cobri-lo todo de versos, poesia intensa,
que jorra de dentro de mim, incontida, a rodo.

Iniciaria escrevendo em teus pés, em cada dedo,
Estrofes da mais linda Ilíada jamais escrita,
Desta tão sublime Odisseia, sem temor ou medo,
Cantando-te, enlevado, como canto a própria vida.

Nos joelhos comporia apaixonadas redondilhas,
Subintes por tuas coxas roliças que me tolhem,
Detendo-me em teu púbis, como se em uma ilha,
Absorto no misterioso mister com que me acolhe.

Em teu umbigo e seios, em espirais crescentes,
Cantaria os mais apaixonados poemas de amor,
Sonetos e odes gravados indeléveis na mente,
Para este inesquecível momento de tanto ardor.

E quando concluída toda esta minha obra prima,
Em êxtase, postar-me-ia, de longe, a admirá-lo,
Atento a todos os detalhes que emolduram a rima
Deste corpo, frente a que, finalmente, eu me calo.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 16/12/2013
Código do texto: T4614489
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1407 textos (402557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 12:43)
LHMignone