Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO MAR E DE NÓS * À beira-mágoa


Eu soube de um país à beira-mar,
à beira-pesadelo, à beira-pranto...
De insónias e tristezas no cantar,
do sonho, que a tardar, doía tanto!

Eu soube de um país que teve um cais
e um barco que largou ao mundo além...
Que foi e que voltou por entre os ais
e sempre desse além ficou refém...

Eu soube de um país à beira-fado,
guitarra dedilhando a decadência...
Amante, entre grinaldas, mal-amado,
cativo de masmorras e de ausência...

Eu soube de um país que se rendeu,
num dia de novembro, e se perdeu...



25 de Novembro de 2004.
Viana do Alentejo - Évora - Portugal
José Augusto de Carvalho
Enviado por José Augusto de Carvalho em 05/09/2005
Reeditado em 29/07/2018
Código do texto: T47736
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Augusto de Carvalho
Portugal, 81 anos
261 textos (10188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 22:04)
José Augusto de Carvalho