Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterno Poema






"...Conseguir cores vivas
junto às cores mortas
e mesclá-las com nostalgia
num contraste triste
entre os trastes meus...
Deixar a solidão
num canto escuro e só
e vigiar a noite
para não fugir com a lua...
Fazer um verso vivo e mudo
e fincar na vida
prá não deixar que ele morra
junto com as palavras...
Esse seria
o meu eterno poema..."
Sonia Pallone
Enviado por Sonia Pallone em 10/09/2005
Código do texto: T49193


Comentários

Sobre a autora
Sonia Pallone
Atibaia - São Paulo - Brasil, 70 anos
277 textos (21489 leituras)
2 e-livros (165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/01/21 16:03)
Sonia Pallone