Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entre contos...

Para ver, era uma vez... Algumas sagas,
Daquilo que rolar pelo ralo, quadras,
Das naus em embates, todas as quilhas,
Refutar minha cortesia, são novas ilhas,
Moedas perdidas gerando mais fantasias,
Cortinas em meia luz, velhos fantasmas,
Rancores em demasia, nervos e travas,
Salvas e nervos que a flor da pele espalha,
Alvenarias rústicas, espadas e afins de Espanha,
Novas alegrias, outras partidas, fragatas,
O velho jardim da amada ilha, eras notívagas,
Todas as fumaças perdidas que o norte trilha,
Ao sul, estrela matutina fugindo a neblina,
Bater o coração e os olhos, velhas travas,
Desta praia ou aquela porta estreita,
No amanhã, estas dobras, o que a vez afagas...

Peixão
19.03.2014
Peixão
Enviado por Peixão em 30/03/2015
Código do texto: T5189281
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 59 anos
3231 textos (121636 leituras)
1 e-livros (245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 00:55)
Peixão