Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da Banca, a Bronca e a Branca...

Foi-se para amar a frase,
Efeito lírica, ação e metamorfose,
O último cágado para Ilha fosse,
Do olhar nervoso, triste e doce,
O quanto cala, outro efeito, mestátese,
Mira calmaria, outro viver, transe,
Catracas e fantasmas, vil interesse,
Sentir a punhalada, a dos entristece,
Um punhado de moedas, mar adormece,
A fumaça vadia, a perna entorpece,
Perdida conexão, da sentença a crase,
Papéis trocados alhures, acordasse,
Qual vilania tanto lhe parte, tece,
Daquilo que tanto sai e o vento dance,
Para calar a aflição que lhe apetece,
Foi-se para o mar o quanto descanse...

2013
Peixão
Enviado por Peixão em 06/04/2015
Código do texto: T5196559
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 59 anos
3231 textos (121655 leituras)
1 e-livros (245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 16:55)
Peixão