Noite

Quanto misterioso é o céu

que faiscante e ardente luzia

ontem quando era noite

onde estarão elas

quando já é dia

Retornam ao anoitecer

cansadas parecem á princípio

intensificam-se aos instantes

é tão bonito!

Quem criou a imensidão

teve bom gosto estremo

pensar estrela por estrela

é Ser e Saber supremo

AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 26/02/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T5251
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.