Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Samurai

Não temo a morte; pois acredito que existe uma vida além onde renascerei e assim poderei continuar minha existência; sou guerreiro; e, portanto corro atrás dos meus objetivos; caio; levanto e jamais me deixo abater pelas dificuldades encontradas no caminho, pois acredito que superando minhas limitações e temores conseguirei superar todo e qualquer obstáculo que a vida me reservar; vivo o hoje; presente como se o amanhã jamais fosse chegar, pois na vida existe um limite e este limite é o agora; cada dia que desperto e consigo abrir meus olhos quero que seja intenso, pois tenho a certeza que aquele momento será único e quantos outros virão não sei...
Prezo meu nome; minha palavra, pois sei que tudo de melhor que possuo e que ninguém neste mundo jamais poderá me tirar é a minha honra; esta perdurará; para sempre.
Sou como um samurai que ama a arte, a poesia, mas mesmo assim não deixa de ser um exímio guerreiro
Guerreiros capazes de cometerem seppuku para assim restituírem sua honra e de sua família
Sou aquele que morreria no campo de batalha, mas jamais fugiria a guerra.


(Em homenagem aos grandes samurais que viveram entre 1100 e 1867, os quais possuíam um código de honra “caminho do guerreiro”; um código de conduta não–escrito e um modo de vida que lhe fornecia parâmetros para viverem ou morrerem com honra).
Jorge Santos
Enviado por Jorge Santos em 14/06/2007
Reeditado em 26/02/2010
Código do texto: T526739

Comentários

Sobre o autor
Jorge Santos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
93 textos (4797 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 00:06)
Jorge Santos