Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras do meu silêncio

O que dizer?
Quando os olhos olvidam palavras,
perscrutando-se sem querer nada,
dizendo tudo com a voz calada.

Fico mudo!
Com que verso traduziria este momento?
Posso pedir não passar o tempo?
Contemplar-te alimenta o meu apreço.

Beijar-te.
Eis a mensurabilidade do infinito.
É, num instante, a eternidade sentindo.
Meu amor é como um oito dormindo.

Teu amor
inquieta a pena do poeta,
que dança no tinteiro lépida,
passeando pela pauta intrépida,
respingando tinta que diz o que este poeta não sabe dizer!
Hermison Frazzon da Cunha
Enviado por Hermison Frazzon da Cunha em 21/06/2007
Código do texto: T535417
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Hermison Frazzon da Cunha www.recantodasletras.com.br/autores/mano). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hermison Frazzon da Cunha
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 39 anos
103 textos (30214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 08:31)
Hermison Frazzon da Cunha