Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desigualdade

Desigualdade

No meu jardim
As flores são poesias
Inspiradas e cultivadas
Com amor, coração e alma.
Guiadas por sentimentos
Que só o poeta sente
E neles inspira
Seu desejo de voar
Contar estrelas, imaginar.
Que o mundo e dele
Que o céu não tem limite
Que o Sol e a Lua
Não são apenas astros
E sim fontes renováveis
De amor e de calor
Assim imagina o poeta
Por isso exalta a Lua
E nela se inspira
Como se inspira no Sol
Que aquece sua alma
E alimenta seus sonhos
Suas poesias, sua Fé,
Neste mundo novo.
Onde a desigualdade
E cada vez mais freqüente
Em nossa sociedade!

Volnei Rijo Braga
Pelotas: 30/11/2015
 



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 30/11/2015
Código do texto: T5465294
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/07/21 01:51)
Volnei Rijo Braga