Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brilhos...

Um poema remoto
como certos e incertos...


                   ... [Brilhos]

Há seres que brilham
e há seres que se perdem
em tudo o que é brilhante.

Eu perco-me nas estrelas,
no cintilar do fogo à distância.

Perco-me no brilho de um sorriso
e nas lantejoulas dos sonhos.

Perco-me ao adormecer
na tua pele nacarada
pelas sombras da noite.
E essa, de certo que brilha
para que eu me perca.


______________________LuMe
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 29/09/2005
Reeditado em 06/02/2018
Código do texto: T54746
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 61 anos
112 textos (2653 leituras)
15 áudios (274 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/18 12:48)
Luis Melo