Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BAILADO DE NAYLA I

tu assomas ao teclado,
tablado,
bailado
e calas orquestra e diretor; feitor, mandador, cantor!

tu soltas o plieux e, corrente,
mordente,
saliente,
as peças se explodem de som, ta-tã primevo, ruflar, urrar!

e tu bailas!

bailas teu feitiço, teu vestido, tuas sedas, teus cabelos!
bailas e cabalas; incorpora-te de mim e da clave; tu és chave!
e o sabes, e sabes a pauta, a harpa, o monocórdio, os acordes!
e te sacodes! e bailas e enlouqueces o manco, o banco, o taco!

um a um eles, todos eles, os instrumentos, no chão, os omentos,
se inserem tachados, ribombam, clamam, pulsam tablados, teclados
e se fecham à força dos teus peitos, teus jeitos, teus pulos, teus

pax-de-deux de nós! da cor, do amor, do clamor...
...e da dor!

Em 29/10/2005 – 20:39h

CLAUDIO BAHIA
Enviado por CLAUDIO BAHIA em 29/09/2005
Reeditado em 29/10/2005
Código do texto: T54924


Comentários

Sobre o autor
CLAUDIO BAHIA
Lauro de Freitas - Bahia - Brasil
63 textos (4050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/20 10:34)
CLAUDIO BAHIA