Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÁRCIA VITÓRIA

MÁRCIA VITÓRIA


                                        Para a minha carinhosa e atenta leitora,
                                                 MÁRCIA VALÉRIA CAMPOS SILVA.



Vou entretecer uma tiara
de pétalas brancas, de rosas,
para te coroar,
Márcia Valéria.
És filha dos deuses romanos!
'alma' Vênus,
a mãe do troiano Enéias,
fere amorosamente Marte.
'Martius mensis'... é finda a primavera sagrada.
'Valere', a valente, a consagrada,
em meio aos hinos encantatórios,
martírio na luta, na guerra, no combate,
solene na vitória.
'Valere', perene 'Walere' – a que proporciona saúde;
em nome do apelo do nome,
duplamente romana:
intensa Márcia Valéria,
servidora de Vênus,
flor mágica da carne e do sangue romanos,
és templo da cidade de Rômulo,
Márcia Vitória:
o triunfo Marcial na Via Appia,
ó marcos, ó templos, ó 'Lares Compitales'!
Márcia Valéria,
viva Itália 'Compitalia',
és a última flor do Lácio,
és uma flor romana ibero-americana,
és real,
fostes princesa,
és realeza;
no fiandeiro tempo,
és rainha-poetisa da
eterna corte-capital de
São Sebastião do Rio de Janeiro.
 


Prof. Dr. Sílvio Medeiros
Campinas, é inverno de 2007.
SÍLVIO MEDEIROS
Enviado por SÍLVIO MEDEIROS em 06/07/2007
Reeditado em 07/07/2007
Código do texto: T554610


Comentários

Sobre o autor
SÍLVIO MEDEIROS
Campinas - São Paulo - Brasil, 65 anos
270 textos (398812 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 18:00)
SÍLVIO MEDEIROS