Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...quando caem as palavras

Nada sai dos lábios,
inodoras palavras
riscadas no invisível,
vãos e tormentas
silhuetas e ampulhetas,
o caos descompassado
entre penumbras do acaso,
o caso transformado
em versos obtusos,
inseguros segundos
palavras caem entre os dedos,
grudam e perpertuam-se
na consciência do medo.
Segredo do trágico momento
em trajes de cimento,
monumento de um instante vazio;
Silêncio...
esperança da volta do poeta,
convulsão repentina dos versos...
Pupila
Enviado por Pupila em 04/10/2005
Reeditado em 04/10/2005
Código do texto: T56718
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
724 textos (22728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 04:01)
Pupila