Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abismos Interiores

Sou luz adormecida,
pálida esquecida,
em universos atômicos
que estagnam anseios,
entre sucursais e veios
onde se arranham
células e sangue.

Sou fera aprisionada,
ferida, acuada
em espirais de silêncios,
seguindo a beira da estrada
tentando não me perder.

Onde fica a porta
desse universo solto,
que balança a minha volta
e me  traz tantas dúvidas
que dormem no olhar
sem razão de acordar?

Sonho as respostas
despostas dentro de mim,
entre questões da existência,
geminando as essências
e os porquês da minha dor,
quando as preces são só súplicas.

Ainda que a noite vague sem fim,
vestindo mortos sorrisos
sobre a pele dilacerada
e pseudo clama
sem que me vejam
em verdade a alma.

Caminham entre dores
os meus interiores.
Revolucionam as cores
como matéria escura...
Indefinidos buracos negros.

Meus segredos!

Abismos de um mundo
de idioma desconhecido,
que machuca-me as mãos,
ao arranhar portas
sem obter respostas.

Aliam-se entre medos
onde a luz pede socorro.
Cada instante me aprofundo
no sonho onde morro.

Mas,
Onde ficam as saídas dos
abismos dos  meus poços?

Gigio Jr & Rita São Paulo
Direitos Reservados.
GigioJr e Rita São Paulo
Enviado por GigioJr em 24/09/2016
Reeditado em 24/09/2016
Código do texto: T5771018
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
GigioJr
São Paulo - São Paulo - Brasil
564 textos (21373 leituras)
2 áudios (126 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 05:13)
GigioJr