Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU HUMANO

Se firo, ferido outrora me encontrei...
Se penso, numa forma sincera lhe direi...
Nesta sociedade contemporânea de forma taxativa...
Que me julga por mostrar o que penso ainda em vida...


O gravame eu lhe digo, não havia percebido...
De que minhas palavras de certa forma ofenderiam...
Na busca inocente de uma afirmação inusitada...
Dei fé a sua atitude, tão rude e necessária...


E não basta já distante...?
Percebo que o silêncio...
Tomou lugar das poucas vezes...
De sua voz ao telefone...


Amizade vazia, de forma incoerente...
Lembranças sadias das novidades, crises...
E onde encontraria tua referência tão exata...?
Poderá eu, aquele dia, de nossos dias já ter riscado...


Saudade irmão...
Da sua família que também é minha...
Perdoe seu irmão que perante o mundo...
Ainda carrega giz de cera nas mãos e corre ao apertar campainhas...


Saudade de tu irmão.
Outro Eu
Enviado por Outro Eu em 03/08/2007
Código do texto: T590513


Comentários

Sobre o autor
Outro Eu
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 39 anos
36 textos (2233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 07:47)
Outro Eu