Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rebordosa



Hei de morrer num dia de festa
gargalhando muito e dançando sem parar
e nada de enterro até que a farra termine,
não quero velório nem choro;
quero alegria em coro

quero morrer com o som bem alto
bebendo todas numa roda bem frequentada
dura e gelada só se for como cerveja
e reverenciada com muito pagode

me arrastem como o velho Quincas
enquanto a rolar a euforia
e quando não mais me aguentarem
me despachem ainda de porre
pra nem se lembrarem
que morri no meio da algazarra
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 14/10/2005
Código do texto: T59475

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
1110 textos (64935 leituras)
25 áudios (3315 audições)
1 e-livros (254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/20 08:11)
Angélica Teresa Almstadter