Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR DE UM DIA...

Hei de reencontrar-te um dia. Nada existe que me iluda...
Escuta: Não percebes, acaso, a minh!alma quem transmuda
Quando sonha o teu sonhar?
Não sentes, porventura, no simples murmurar do vento
A saudade que te envio em pensamento?
Ah! sonda a lua prateada!  Vê o raio em que viajo a te buscar!


Não deixes que costumes  nos mantenham separados ...
Meus lábios anseiam por teus lábios carminados!
Quero esmagá-los com meus beijos mais candentes,
Fundir os nossos corpos e parar os universos...
Quero que sintas meu desejo na volúpia dos meus versos
Escritos em teu corpo nas estrofes mais ardentes!


Ah! Quero deitar mil vezes em tua pele aveludada
Que fez calar-me em ânsia entrecortada,
E sufocou-me na prisão deste sofrer constante!
Não te vás assim...  espera um pouco...
Não queiras o sofrer deste poeta louco
Que implora só um beijo num fugaz instante!

E não me fales de promessas e pecados,
E nem me digas de destinos pré-marcados...
O  verdadeiro amor tudo pode. Nada reclama!
Quero outra  vez   estar contigo...
Esqueça tudo e vem  pecar comigo,
Pois por teu corpo é que meu corpo clama!
 
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 16/10/2017
Reeditado em 16/10/2017
Código do texto: T6144423
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
520 textos (73181 leituras)
11 áudios (3085 audições)
1 e-livros (192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/19 21:52)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor