Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema sem fim

quis brincar com as palavras
tornei-me sutil anagrama
traduzi pensamentos em cores
alegrando amores
buscando odores
em campos de flores

puxei a aspereza de sonhos náufragos
para lixar e lapidar
um poema sem fim

com ritmo de vida vivida
sem espera da ida
                   da vinda
Caroline Schneider
Enviado por Caroline Schneider em 23/08/2007
Código do texto: T619589
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Caroline Schneider
Curitiba - Paraná - Brasil, 39 anos
286 textos (26526 leituras)
8 áudios (3060 audições)
5 e-livros (5009 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 16:37)
Caroline Schneider