Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusões

Insensato sofrer com sombras, remoer passados, que não voltam mais.
Penar com dissabores tão distantes, reviver sofrimentos já mortos lá atrás.
Passou, passou. Para que sofrer pelo que não existe mais?
Faxinar a mente, limpar pensamentos. És lixo? Para a lixeira vais.
Só assim a paz vai reinar absoluta. Posso ser feliz! Agora sou capaz.
Feridas na alma o tempo cicatriza,
Mas deixa marcas que às vezes doem.
Mas viver é isto, sempre tem o risco
De desilusões sofrer, fazer o riso chorar.
Mas é assim mesmo, veja o que digo,
Sofrer por amor é melhor do que nunca amar.
Chorei por uma sombra de um tempo distante,
Sofri pelo inexistente,
Devaneio absurdo, martírio inútil.
Alma amiga, cresça!
Chega de esmolar migalhas,
Já é tempo de avançar, ser feliz, ser madura e forte.
Ou vais esperar a morte para libertar-se?
Saia da penumbra, rume para o norte,
Tu eu sei que és forte!
Sejas feliz! Vais!
AndréFurlan
Enviado por AndréFurlan em 13/12/2017
Código do texto: T6198258
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
AndréFurlan
Campinas - São Paulo - Brasil
243 textos (5097 leituras)
91 áudios (2177 audições)
103 e-livros (1589 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/21 20:06)
AndréFurlan