Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO O CÚPIDO SOBREVIVEU?

Corresponder ao amor de alguém
Não é uma simples questão de match ou química
Não é uma pura questão de gostos compartilhados
O amor não se sujeita a tais regras, pois é absurdo.
Todo o anterior facilita, mas não determina
Muitas vezes amamos o contrário de nós, o criminal,
O mais estético, a distância do toque ou do olhar,
Afinal, o amor não é racional e tem base instintiva,
Cria insubmissa das raízes emocionais em nós.
Corresponder mutuamente é trabalho
De uma ligação maior de sentidos e sensos
É equivalência de almas em sintonia
(mesmo que não totalmente pragmática).
Visto isto, é de se esperar que sejamos negados,
Deixados à deriva, é humanamente essencial
Não aceitar todos os amores postos à nossa mesa
Uma vez que nem todo amor é capaz de saciar a fome
Sentimental que vamos construindo no velejar da vida.
A rejeição dói, contudo, nos prepara para um novo ciclo,
Um alvo sorriso, e quem sabe, correspondência proporcional.
Thiago Lucarini
Enviado por Thiago Lucarini em 13/01/2018
Reeditado em 13/01/2018
Código do texto: T6225124
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Thiago Lucarini
Trindade - Goiás - Brasil, 30 anos
1743 textos (10523 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 09:57)
Thiago Lucarini