Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INACABADO

Quero a anti-tese da sobrevivência
ruptura dos anseios perdidos
das puritanas descodificações

Perdas e desejos alienados
fechando à noite
sonâmbula hierárquica

Espera lúcida intensa
forjada em lâmina cega
ilusão atônita

Tão longe enxergo a maldição
ao meu corpo faminto
e cheio de desprezo anulo-me

Sou inaudível as palavras
penetram sem vestígio algum
vão e vêm inalteradas

Estabeleço comunicação
não-verbal antítese que permeia
pensamentos fugazes

Translúcido finitude da existência
avesso reverso essencial do nada
multíplice sensação impura

Inacabado busco permanência inócua
desdém da amplitude visão do caos
sustentáculo complexo enfermo

vagueio entre monólogos excêntricos
que descaracterizam o desígnio fúnebre
intra-atômico contraste sistemático

Autopsia perfeita do embrião nascia
olho distorcido além da terapia desconectada
da intra-cephálica e inorgânica vida

Anthropophagia imperfeita persisto
na morte experimental quotidiana
transverso agonia mudo

Perpendicular sofrimento susceptível
transcendo dor inexorável
pseudo-parasitário existir

Subterrâneo sentimento ininterrupto
minha memória se apaga na secreção
sucessividade de  energia doutrinária  
Poelton
Enviado por Poelton em 28/08/2007
Código do texto: T627460

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poelton
São Paulo - São Paulo - Brasil
20 textos (194 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 03:16)
Poelton