Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdade

Verdade

Feliz daquele que se entrega ao momento
Sem dor, sem culpa , pressa ou lamento
E num instante infinito se descobre criatura
Entregue aos sentidos, Ã  verdade, Ã  luxúria

Feliz daquele que ousa o que sente
Mergulha no beijo profundo, sincero, ardente
Que se oferece sem dor, sem medo ou tormento
E se embriaga do prazer , o mais perfeito alimento

Feliz daquele não teme a loucura
Das mãos ardentes , furiosa ternura
Do corpo aflito e trêmulo, da certeza demente
Desejo visceral , bastardo , premente

Feliz daquele que pressente as delícias
De uma pele doce, quente, ávida de carícias
Que se mostra indefesa, pura , verdadeira
A vislumbrar num segundo uma vida inteira

Feliz daquele que toca o que deseja tanto
E ignora o tempo , a dor , a lei, o pranto
E toma forte para si aquele instante
Pois o sabe imortal , mesmo que errante

Feliz daquele que mergulha fundo
Que erra, agride , grita , e aprende o mundo
Sofre , sangra , ofende a Deus e a quem vier
E se descobre divino nos braços de uma mulher

Claudia Gadini
24/03/2002

Claudia Gadini
Enviado por Claudia Gadini em 24/10/2005
Código do texto: T63020


Comentários

Sobre a autora
Claudia Gadini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
319 textos (55677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:12)
Claudia Gadini