Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS AO LUAR.



Iluminada e amiga, Lua Branca
Por onde tens andado a brilhar?
Restou-me um ponto luminoso
De um verde esperança a piscar

Em que fase poderei te apreciar?
Os lampejos de um verde boreal
Acendem num repentino clarear
E transmutam dos sonhos ao real

Iluminada, tão querida, Lua Branca
Dói a saudade do teu resplandecer
Quando na noite ardiam em chama
Toda a luz e a  alegria do meu viver.

Elenice Bastos.
 

elenice bastos
Enviado por elenice bastos em 16/04/2018
Código do texto: T6310295
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elenice bastos
Brasília - Distrito Federal - Brasil
130 textos (7603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/18 15:44)
elenice bastos