Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSA AZUL I

Jamais a rosa deixou seu azul ao léu,
ao abandono dos passos do dono do jardim!
Jamais os braços e abraços perfumados das suas
doloridas e cansadas pétalas foram sonegados, proibidos
ao jardineiro relaxado, ao artista das suas cores,
ao leitor do seu céu azulado!

São José, 24/10/2005 – 21:31h








CLAUDIO BAHIA
Enviado por CLAUDIO BAHIA em 24/10/2005
Reeditado em 14/01/2007
Código do texto: T63154


Comentários

Sobre o autor
CLAUDIO BAHIA
Lauro de Freitas - Bahia - Brasil
63 textos (4050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:28)
CLAUDIO BAHIA