Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IN-PACIÊNCIA

Um minuto, creio que seja o bastante
Nada pode ser tão permanente que dure
Intacto, por mais de um minuto, silente
Penso dos objetos, corpos, adjetivos, estruturas

Idéias permanecem, creio que sigam adiante
Além mesmo daquele que às teve em mente
De fato, por mais insalubre idéia, porém inebriante
Como agir prematuramente, sem sombras, dedos

Em riste, como se fossem flechas
Que não quisessem chegar ao alvo
Mas preferissem a dor da espera,
A ânsia do impacto a qualquer momento

Agora, invento o som perfeito
Da flecha que deveria chegar
Rápido, plenos pulmões atacando o ar
Um grito, rouco, acumulado, turvando a vista
Era pra deixar a alma vazia, mas não:

Foi em cheio...
JOSÉ ROLDÃO
Enviado por JOSÉ ROLDÃO em 02/09/2007
Código do texto: T634756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o endereço do site onde encontrou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ ROLDÃO
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
10 textos (142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 09:16)
JOSÉ ROLDÃO