Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALMEIRA VIVA

Palmeira, Palmeira, minha
Que ficas à beira da estrada
- Viva, Fulgurante – sozinha
- Contemplativa!
A quem passa – em sua cavalgada!

Tuas palmas verdes – encantam!
No balançar ritmado dos ventos
Os malfazejos fogem – se espantam
Apenas ao longe – olhares atentos!

No obnubilar da noite serena
Vigias os cavaleiros passantes
Trazendo nas mãos, flores de açucena
Deixando um vento suave!
Um vivo, cheiro bom de amantes!

Esvoaça em tuas folhas o colibri
- Também, outros passarinhos
- Cantam lá!
Alegre...canoro...o bem-te-vi
Num tom harmonioso!
- Fervoroso!
Querendo fazer seus ninhos!
Palmeira, palma da nobreza

Altaneira... vistosa... primordial...
Crepúsculo vespertino da beleza
És tu, palmeira viva da corte!
- Que incitas um sentimento imperial...
Francisco Alves Bezerra
Enviado por Francisco Alves Bezerra em 02/09/2007
Código do texto: T635008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Francisco Alves Bezerra). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Alves Bezerra
Pirassununga - São Paulo - Brasil, 84 anos
10 textos (4532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:07)
Francisco Alves Bezerra