Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trupe de Sonhos

Também quero me permitir dormir com minhas inquietações
e acordar, ascética, no zênite do tempo
com todas minhas decrepitudes e sombras,
que se não me apagam, prolongam minhas horas em busca de sol...
Não quero falar mais nada...
Não quero mais tecer um canto para ouvidos surdos,
não, não mais... que se calem as toadas, as fábulas, as melodias
cinzeladas ao som de Bach, Mozart, Tchaikovsky... que se calem...
Não posso inventar uma realidade que não é,
seria uma ilusão nela acreditar, quanto mais viver...
Sigo, guerreira vencida, um "caco", um "trapo"
de uma trupe de sonhos que janelas não acordam mais...

Poema e foto:
Maria
Enviado por Maria em 26/06/2018
Código do texto: T6374063
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
5061 textos (209560 leituras)
1 e-livros (174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/19 20:00)
Maria

Site do Escritor