Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em fim sós

De repente,
Estava só.
A quanto tempo eu não sei.
Nós estávamos, sós.
Era quase um grito de socorro,
Fazia parte daquela história...

Em um bar,
Sobre a mesa,
Não eram só palitos quebradinhos,
Partes nossas estavam ali expostas,
Dúvidas?
Certezas?

Eu sei,
Não queremos lágrimas,
Não queremos parecer como muitos casais,
Queremos um final "desenlace".
Aperto de mão e tudo mais,
Reaprender a beijar no rosto,
Nada mais.

Nossos corações estão em silêncio,
Mas, estarão em paz?
Estarão prontos?
As figuras movem-se de mesa em mesa,
Sombras...
É apenas o tempo.

De repente,
O próximo passo é como se fosse o primeiro,
É como nascer de novo,
Não há nada de inédito,
Eu já tinha esquecido,
Desse eco, neste espaço vazio no meu coração.
Nanda Realli
Enviado por Nanda Realli em 04/09/2007
Código do texto: T638772
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nanda Realli
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
14 textos (772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:27)
Nanda Realli