Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto do sertão

Canto manso
Surge nos matos
Aviso certo
No sertão deserto
É hora de repousar
Assobios lentos
Dos ventos
Tine no telhado
Há, há que soneca boa
Não é a toa
Que seu João
Nunca saiu do sertão
Dona Maria
É sempre alegria
Os filhos estão na cidade
Mas sempre voltam
Para matar a saudade.
Dellu Carvalho
Enviado por Dellu Carvalho em 22/08/2018
Código do texto: T6427154
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dellu Carvalho
Vieiras - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
210 textos (6000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/19 12:33)
Dellu Carvalho