Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inexistência

Roubo
todos teus instantes
quando sonho-te aqui.

Roubo
um olhar recheado de lua
quando a noite em meu sonho vem.

Roubo
teu verso mais bonito
quando adormeço em teu infinito.

Roubo
instantes, olhares e versos
deste amor que não vem.

Roubo
pensamentos
vazios.
Pupila
Enviado por Pupila em 28/10/2005
Código do texto: T64806
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
728 textos (22801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/11/20 16:31)
Pupila