Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO TRISTE

Anjo triste que de ti desistes,
vede o céu que enfeitas do evolar
da nobreza das tuas asas, do claro do teu peito,
deste teu doce jeito de as nuvens enfeitar

Anjo triste que de ti desistes,
vede quantos anjos mais, como tu,
voleiam os sonhos;  se tornam nossos sonhos,
os dos seres bons que nos vêem, a nós, anjos; que nos
escutam o canto e nos devolvem, enxuto, o pranto e os olhos,
de mar, de sal, de céu e de abrolhos!

Anjo triste, não nos entristeça!
Não nos negue tua beleza!

São José, 29/10/2005 – 01:13h

CLAUDIO BAHIA
Enviado por CLAUDIO BAHIA em 29/10/2005
Código do texto: T65170


Comentários

Sobre o autor
CLAUDIO BAHIA
Lauro de Freitas - Bahia - Brasil
63 textos (4050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 15:16)
CLAUDIO BAHIA