Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rasgo minha garganta
Para gritar alto
O grito que nunca gritei

Rasgo meu peito
Para busca da paz
Rasgo o dia, embrulho as estrelas.
Sem luz, rasgo os caminhos,
Para não mais chorar.

Rasgos os papéis para não escrever mais
Nenhuma palavra, nenhum sentimento.
Rasgo o mundo e dou asas à imaginação
Para arrefecer o rosto que chora

E neste momento
Rasgo-me toda
Para reinventar-me
E renascer
Dentro de mim.

ADRIANA CARLA
Enviado por ADRIANA CARLA em 15/09/2007
Reeditado em 15/09/2007
Código do texto: T653434

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ADRIANA CARLA
Igarapé-Miri - Pará - Brasil, 42 anos
239 textos (12332 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 20:14)
ADRIANA CARLA