Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brilhantes solitários...

Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br


Tenho receio abrigado em meu seio,
Receio de espada que traspassa
E atinge em cheio!
No mundo,
Há afinidades legítimas
Que não constituem pecado,
Mas a humanidade condena.

Condecorados com orquídeas,
Os troncos de algumas árvores...

Preparou-se o grande príncipe
Para as núpcias que não eram as suas.
Estava belo, estava pronto,
E só!

Em alguma veia cava,
Cava-se um furo vampírico.
O sangue é sugado com o consentimento da vítima,
Porque os vampiros sabem a arte de fazer deixar sugar...
Agradam!
E degradam...

Qualquer tipo de amor
É sempre alguma saúde.
Só Deus é o Santo dos Santos
E só os santos são sãos.
Todos precisamos de algum tipo de cura.
Quando não o corpo,
É a alma que se aventura
Por caminhos de dores...

Outro dia,
Enquanto dirigia na auto-estrada,
Eu chorava,
Por motivos meus.
As lágrimas, meus brilhantes solitários,
Não tapavam a visão da estrada,
Tapavam minha garganta.
Ainda que chore,
Quem dirige também canta,
Junto com os pneus...
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 15/09/2007
Código do texto: T654310
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (35440 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 02:41)
Euna Britto de Oliveira