Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    Tempestade


Engraçado...


Quando vem um temporal se formando no horizonte,

Os animais se agitam.

A criança se agarra na saia da mãe.

Olhos brancos se dilatam

Mãos tremem e coração coiceia o peito


Os lábios que há pouco sorriam, se comprimem

Joelhos temerosos se dobram e tocam a terra fria

Dentes se acutilam surdamente


O vento urra na ponta dos uricurizeiros,

Feito cão aluado

A precipitação atmosférica tem início

A chuva vem transformando pó em barro


O tropel ensurdecedor das gotas de água

Entra intrépido — noite adentro


Emudecendo os bichos e insetos notívagos,

E o coração dos homens que conhecem a fúria da natureza
 






José Mattos
Enviado por José Mattos em 30/10/2005
Reeditado em 30/10/2005
Código do texto: T65513


Comentários

Sobre o autor
José Mattos
Santa Rita do Pardo - Mato Grosso do Sul - Brasil, 56 anos
54 textos (2919 leituras)
1 e-livros (48 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/10/20 11:59)
José Mattos