Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cegueira

Eu vi, sim, o raio do sol
entrar pela janela semicerrada.
Mesmo com os olhos fechados,
pois que a pele toda
já estava pronta.

Eu vi, sim, as verdades e as mentiras
na tua retina.
Ainda que com olhos de desespero
por não saber discernir
entre uma e outra...

Até o amanhã eu vi
com meus olhos habituais de fé.
Mas nem mesmo eles,
por mais abertos e atentos,
acreditaram na imagem projetada.

E foi então,
num vislumbre de realidade,
que eu deixei de ver:
cegou-me o brilho excessivo
de um futuro imaginário.

E agora só consigo enxergar
nossas imagens num retrovisor.
Para a frente,
de hoje em diante,
apenas o carinho de um cão guia.
Vany Grizante
Enviado por Vany Grizante em 17/09/2007
Código do texto: T656855
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vany Grizante
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
430 textos (71490 leituras)
4 áudios (428 audições)
3 e-livros (373 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 15:28)
Vany Grizante