Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre Aquela Serpente

És talvez, serpente, o mais cruel dos animais
És quem tem o veneno que tira vidas n'um piscar de olhos
E és que rasteja em rapidez que só os infernais
És quem reflete o mais puro ódio.

Apesar de tudo isso, serpente maldita
És fraca e inválida perante meus animais
Ao gato negro, que em uma só bocada lhe tira a vida
Ao corvo astucio, que com uma bicada, tu já não vives mais.

És serpente, o nada perante a mim
Que tenho verdadeiros malditos que o fizeram por merecer
Em minha companhia por toda a vida
Que pela maldição, hei ainda muito de viver.

E se apareceste em meu caminho
Saberás tu, qual o teu destino, podridão
Lembre-te sempre de mim
De meus capangas e minha maldição.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 23/09/2008
Código do texto: T6600


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
958 textos (33121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/06/20 14:09)
Júnior Leal