Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragilidade

(Tereza Cristina Saraiva)

Hoje eu peço paciência
Para todos os momentos
Para todos os problemas
Admito, sou humana.
E nem sempre corajosa
Muitas vezes choro
E as lágrimas amargas não me deixam seguir
Tenho momentos de dor e desespero
Peço desculpas por não ser tão forte como queria
Sou frágil muitas vezes
E fácil de quebrar
O que me consola são os meus poemas
Neles me sinto forte
Determinada
Corajosa
Ousada
Mas apenas quando escrevo
A necessidade de escrever
Me permite viver
Sem temer
Pode ser um poema bobo
Mas nesses desabafos
Eu me encontro
Simplesmente por ser humana
Tekinha
Enviado por Tekinha em 20/09/2007
Código do texto: T661222
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tekinha
Salvador - Bahia - Brasil
190 textos (14396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:35)
Tekinha