Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retirante de si

O menino anda em linha reta, mas não sabe se é a certa..
o menino olha, nega...
pede trégua, mas vê légua...
terras e mais terras de uma estrada sem fim.

O menino anda em linha reta, sem rumo, sem meta;
sem olhos de quem vê destinos:
desatinos, apenas...
reversos.

O menino peca.
Pede, nega...
ora, abnega...
e resolve fugir.

O menino é um menino..
e sabe que é.
Mas tem um mundo nas costas....
e um rio a transbordar os olhos....

O menino anda...
já sem reta
já sem linha,
já sem trilha....
apenas anda, porque não sabe
se parar,
aonde ir?

O menino reza....
uma reza silenciosa,
sem fé,
sem dó
de si...

O menino não tem lei,
nem rei,
nem paz...
nem colo de mãe
ou do futuro....

O menino pára:
mas não descansa.
Cantarola uma marcha
[fúnebre?]
cega....

O menino nega, nega, nega...
mas alguém acredita?
Nem a vida...
Ele tem cargas demais por trás...
Ele traz
a dor...
os ossos puros de quem já desistiu da dor,
do medo,
do frio...
do ódio,
do rancor...

Traz os olhos  - transbordantes rios...
traz a lama nos pés descalços e ressabiados.

O  menino, meu Deus
é só um menino cego
em busca.


Inês Martins
Inês Martins
Enviado por Inês Martins em 21/09/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T662752

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o autor e o link da obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Martins
Goiânia - Goiás - Brasil
126 textos (6981 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 01:11)
Inês Martins