Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORFEU, TOCA TUA LIRA!

Epícia ao dá-me cria,
Orfeu de alegria
tocou-me a lira.

De
encantos
os acordes
suaves sonantes,
a melodia no ar
bailou virou magia.

Curvaram-se as árvores,
fizeram-se no ar parar o voejar dos pássaros,
só pra ver no ar sonoros acordes da lira no afagar do vento.

Orfeu, toca tua lira.
Toca tua lira,
toca tua lira orfeu. 

Salva t'amada
teu amor Eurídice!
Tu que dentre sendas,
perigos caminhastes sobre sombras,
comovestes a Hades,
acalmou sereias, amargou o fel da bílis
e o fracasso de não
ter de volta Eurídice.

Toca tua lira Orfeu
Toca tu que de tão triste
Ao tocar um réquiem
estristeceu a terra.

Toca tua lira Orfeu
Toca tu que de tanto amar pra não enganar o amor
nunca mais amou
mas que por amor
morto aos pedaços fostes lançado ao rio hebrus e a tua lira nunca mais tocou.  

Toca Orfeu, toca tua Lira?
Tu que até hoje a vagar pelo rio eterno cantas:
Eurídice! Eurídice! Eurídicie!

Toca Orfeu
Toca de alegria tua lira Epícia deu-me mais uma cria!

MANOELSERRÃO - SLZ/MA - TRINIDAD - 20.09.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 22/09/2007
Reeditado em 09/12/2008
Código do texto: T663212

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (162048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 20:31)
serraomanoel