Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto à Indiferença

É estranho sentir isso
Sentir a falta de quem não sente a sua
E lembrar sorrisos de quem já te esqueceu
E querer o bem de alguém que já não lhe quer nada

É estranho pensar nisso
Pensar na vida de alguém que agora só pensa em si
E chorar por alguém que sorri de muito longe
E sorrir por ver que essa pessoa não chora

É estranho passar por isso
Essa guinadas que a vida dá em seus rumos tortos
Tornando-nos irrelevantes a quem já fomos “tudo”

É estranho saber disso
Saber que por mais triste que sejam esses versos
Não fariam rolar uma lágrima sequer em quem os fez nascer em mim
Érico Ribeiro
Enviado por Érico Ribeiro em 24/09/2007
Código do texto: T666039

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Érico Ribeiro
Santos - São Paulo - Brasil, 31 anos
25 textos (1945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 05:50)
Érico Ribeiro