Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU VÍCIO

Escapando pelos meus dedos
Como se nunca fosse meu
Insegurança comprando meus medos
Me tornando aquele que me esqueceu
Engraçado como as lembranças resistem
Ao gosto amargo da sua boca me falando adeus

Então você volta e me cerca
Porque sempre deixo a porta aberta
E eu não quero te pedir para ficar
Mas não resisto, não consigo evitar

Então eu paro e ouço as vozes estranhas em minha volta, sussurrando "e agora?"
Como se esse fosse o pior fim que alguém poderia ter
Eu sei, a razão ficou no caminho quando fui atrás de uma resposta
Por que a verdade machuca mais quando vem de você?

Você diz que me ama, mas só gosta da conquista
Então me leva para cima, porque eu gosto da vista
Olhos escuros iluminados pelas luzes da cidade na madrugada
Me fotografando, você não me deve nada
Mas deveria ter algo a mais
Entre nós dois agora
E está me matando sentir sua falta

Você quer tanto isso e só me diz "não"
Porque a verdade tem um gosto amargo quando vem de você
Mas essa noite, se eu quiser, vai terminar
No seu quarto, com as nossas roupas jogadas no chão
Mara Dahmer
Enviado por Mara Dahmer em 02/07/2019
Reeditado em 06/07/2019
Código do texto: T6686997
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Mara Dahmer
Maracajá - Santa Catarina - Brasil, 24 anos
58 textos (1736 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 19:13)
Mara Dahmer