Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEMBRANÇAS NO TEMPO

                        O tempo passa, você me abraça,
                        Se estou carente, fico contente.
                        O tempo anda, escapole e passa,
                        Meio assustado, me sinto gente.

                        Ele vai passando, apressadamente,
                        Chegando a noite, vem a nostalgia.
                        Dorme tranqüilo, chega a alvorada,
                        O galo canta, está nascendo o dia.

                        No seu caminhar, tudo ele transforma,
                        A flor da juventude, o tempo  murchou.
                        O tempo apressado tingiu meus cabelos,
                        Ficaram as lembranças que ele deixou.

                       No  outono da vida as folhas caíram ,
                       O brilho da juventude, opaco se tornou.
                       O vigor  foi embora e as rugas chegaram,
                       A minha poesia simples, foi o que restou.

                       Olhando no álbum, algumas fotografias,
                       Sinto saudades do tempo que passou...
                       O tempo é dinâmico, a vida corre ligeiro
                       Nada posso fazer, "ser humano" eu sou.
Jorge Gil
Enviado por Jorge Gil em 29/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T673688

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o lin para a obra total.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Gil
Goiânia - Goiás - Brasil, 80 anos
867 textos (46479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 22:45)
Jorge Gil