Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABSTRATA

ABSTRATA
 lílian maial
 
 
Na mente
é onde escolho a loucura
do dia,
do verbo,
da vez.
Traço apagado na tela,
natureza adormecida,
água-viva,
medusa,
menina.
Escrevo poema para poucos
(números abstratos)
e sonho
com a rua,
a roupa,
a rede.
Peixe que sou
alada,
calada,
encapada
(pálida escama),
meu destino é mar,
poema de areia,
pó de pedra,
alga e capim.
 
Mundana,
meu sentimento urbano
é imundo.
Eu sou assim:
abstrata, vazia, mal escrita,
como um rascunho
de mim.
 

Lílian Maial
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 05/11/2005
Código do texto: T67729


Comentários

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1236 textos (274739 leituras)
21 áudios (14075 audições)
3 e-livros (1604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/20 16:53)
Lílian Maial

Site do Escritor