Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As cores da realidade

Nesse mundo azul
Eu vejo o preto da obscuridade
Eu vejo a cor de sangue
nas paredes da cidade
Eu me importo, mas não sei o porquê

Talvez seja
porque eu sou um humano de verdade
E me preocupo com a progressividade
desse mundo que não quer me entender

Por isso eu
sou mal visto na sociedade
Sou criticado
por dizer a verdade
Sou excluído por ser quem eu sou

Mas não importa,
o que mais quero agora é minha felicidade
Continuar dizendo a verdade
E vou continuar a falar de amor

O amor tudo pode
pode curar toda essa maldade
De um coração vazio e sem bondade
Um coração de ódio, sem amor.
Ruan Vieira
Enviado por Ruan Vieira em 19/10/2019
Código do texto: T6773494
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ruan Vieira
Propriá - Sergipe - Brasil
214 textos (3005 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 19:39)
Ruan Vieira