Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A travessia

São falsos os amores ditos com a boca
Os verdadeiros amores são ditos com os olhos
Quando a palavra se torna inútil
A festa é certa pois se está no paraíso
Mal nenhum
Nem o inferno
Nem o próprio demônio poderia separá-los
Eles estão a sombra do majestoso
Seu amor é puro
É sem pecado
Não precisam de nada, pois tem um ao outro
O frio não os acomete
A fome não os atormenta
O medo não os abala
A febre não os atinge
Eles estão aos pés do todo poderoso
Sua tenda jamais será atingida
Deus ordena que os anjos guardem os justos
Eles então dormem tranquilos
E sonham com o dia que irão se encontrar com o Pai
Pai de todos
De todas as nações
De todos os seres
E de toda a vida
Caminharam pelo caminho mais dificil e por isso serão exaltados
Eram felizes quando caçoavam de sua fé
Pois sabiam que as pessoas reconheciam o divino em sua vida
Muitas vezes sentiram medo
Mas não desistiram
Eles continuaram a andar naquela epóca de escuridão
Pois sabiam que a luz esperava por eles
Pois sabiam que não estavam sozinhos
Felizes os que prossegem
E abençoados os que conseguem atravessar.


Carolina Augusta Costa Justino
Enviado por Carolina Augusta Costa Justino em 02/10/2007
Reeditado em 21/06/2008
Código do texto: T677758

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolina Augusta Costa Justino
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
74 textos (5692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 16:54)
Carolina Augusta Costa Justino