Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA FALTA DO SOL

NAS MINHAS VEIAS, ANTES CHEIAS DE VIDA
HOJE, É O SANGUE QUE PERCORRE OS CAMINHOS SOMBRIOS
A VIDA SEGUE, INDEPENDENTE DO SOL
ALGUÉM ME PEGA PELA MÃO
ME LEVA PARA PASSEAR DURANTE A NOITE
ENTRE RUÍNAS ESQUECIDAS NA ESCURIDÃO
ENCONTRO FERIDAS
AS BATIDAS DO PEITO PERTURBAM A MENTE
ENLOUQUECENDO O CORAÇÃO
PERDIDOS ENTRE TANTAS ORDENS,
RESULTAM EM UMA TREMENDA CONFUSÃO
O SUOR ESCORRE NAS PALMAS DAS MINHAS MÃOS
DESESPERADO O GIRASSOL SE ALIMENTA DE PEQUENOS FOCOS DE LUZ, NA FALTA DO SOL
AO AMANHECER RELEMBRO DA ALEGRIA DAS MANHÃS DE SOL
Tainã Dahlem
Enviado por Tainã Dahlem em 01/11/2019
Código do texto: T6784859
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Tainã Dahlem
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 25 anos
81 textos (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 10:55)
Tainã Dahlem